miércoles, 7 de noviembre de 2012

O Alto da Madorra (Macedo de Cavaleiros) e a transição Calcolítico – Idade do Bronze em Trás-os-Montes Oriental, Norte de Portugal.


Elsa Luís (Universidade de Lisboa): O Alto da Madorra (Macedo de Cavaleiros) e a transição Calcolítico – Idade do Bronze em Trás-os-Montes Oriental, Norte de Portugal.
O sítio arqueológico do Alto da Madorra está situado na freguesia de Carrapatas, concelho de Macedo de Cavaleiros, no topo da elevação sobranceira ao local onde foi descoberto o conhecido depósito das alabardas de tipo Carrapatas, detendo ainda controle visual directo sobre uma das portelas tradicionais de passagem. Este habitat foi identificado aquando da construção do Itinerário Principal 2 (Pinhovelo-Vale Benfeito), tendo sido alvo de uma intervenção de emergência por Luís Gomes (da empresa Arqueohoje) em 1996.
Um primeiro estudo de materiais cerâmicos, elaborado por Bruno Rebelo, incidiu sobre uma pequena amostra, de 8 recipientes, praticamente todos decorados com motivos penteados e um fragmento com impressão a pente lateral, revelando afinidades com os motivos decorativos típicos do Calcolítico regional.
Numa revisão recente dos materiais identificaram-se alguns elementos mais tardios, o que, aliado à possível associação com o depósito de alabardas, pode indicar um espaço cronológico mais tardio, na transição para a Idade do Bronze. Pretende-se aqui apresentar o primeiro estudo de síntese de materiais, cerâmicos e líticos, procurando um enquadramento cronológico e cultural em âmbito regional.
 
II Jornadas de Jóvenes Investigadores del valle del Duero. Del Neolítico a la Antigüedad tardía. León 2012.
 
 

No hay comentarios: